Pesquise

terça-feira, 12 de maio de 2015

Sou da vida

Já fostes essencial na minha vida. Hoje o essencial é o sossego. Já fostes o dono de meus pensamentos, objetivos e sonhos. Hoje és dono de meu desprezo e indiferença. Desprezo um tanto quanto próprio também por ter me deixado machucar tanto, mas também por ter vivido momentos inesquecíveis que foram inúteis. Indiferença pelo mesmo motivo, por saber que não preciso e não quero você comigo. Nem valendo mega-sena.
Ainda vives em mim, sinto saudades. Mas não quer dizer que sinto falta. Sinto saudades das boas lembranças. Mas qualquer passado minusculamente bom remeteria à saudade. E não chegamos nem perto de viver só de boas lembranças. Hoje não sinto mais falta de nós. Preencho a falta da paz que não tive ao teu lado, preencho-me de alegria, de sossego.
Ainda te amo, mas me amo. Me amo a ponto de aprender que a minha felicidade não depende de nós. E já bebo e encho a cara sem falar teu nome. Já saio sem pensar que posso te encontrar. Já não tenho mais vontade de querer saber sobre ti. Não que eu te esqueci, só não quero mais lembrar.
Já vivi novas paixões, conheci novos corpos, novos carinhos, costumes. Ainda preferia nós dois, mas antes me prefiro. É claro que você se arrepende, é claro que me procura. Mas é claro que pouco me importa.
Hoje vivo na certeza de que preciso aprender a ser feliz pelo que sou, me conhecer antes de qualquer coisa. Sempre fui fã da noite, da liberdade e da vida. Já fui tua, mas foi puro devaneio e desatenção da minha parte. Desculpo-me desde já, e relembro: hoje sou da vida.

5 comentários:

  1. Jheine!!! Adorei teu texto mais uma vez, inclusive me vi em tantas partes dele e eu acho que isso é o mais legal na tua escrita. É cotidiana e fácil de se identificar com as personagens do texto, sendo a si próprio ou pessoas que tu conhece.
    Enfim, acho que o mais importante é isso mesmo, se amar, ser livre, se aceitar como é para, daí sim, se aventurar em uma relação.
    Bj!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito obrigada Felipe! é muito bom poder ler isso.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir